Ligações Químicas – covalente, iônica e metálica

Ligações químicas: você também tem dúvidas neste assunto?

Assim como você, eu também tive quando comecei a estudar química. Não conseguia compreender a ideia principal do assunto e sua importância para o estudo da química.

Isso mudou com o passar do tempo, quando entendi a lógica de ligações químicas e sua importância.

E neste artigo, venho te apresentar exatamente essa lógica que custei para descobrir, e que hoje compartilho com você.

Acompanhe o artigo até o final.

O que são ligações químicas?

Ligações químicas são as formas com que átomos de unem. Assim como cimento une tijolos para construção de casas, ligações químicas unem átomos para construção das substâncias químicas.

Como você deve saber, todas “as coisas” (matéria), independente de se apresentar no estado sólido, líquido ou gasoso, é formada por várias partes minúsculas chamadas de átomos. Há diversos tipos de átomos ( cada um de determinado elemento químico) que se combinam de diferentes maneiras para formar as diversas substâncias da natureza.

Por exemplo:

Na  molécula da água, os átomos de oxigênio e hidrogênio se combinam para formar a molécula;

ligações químicas - molécula da água

Na molécula da cafeína, os átomos de carbono, hidrogênio, nitrogênio e oxigênio se combinam de uma determinada forma para formar a molécula da cafeína (substância presente no café);

ligações químicas - molécula da cafeína

A tabela periódica nos mostra a relação dos diversos átomos existentes na natureza, que, quando combinados, formam as diversas substâncias sejam no estado sólido, líquido ou gasoso.

Tabela Periódica Elementos 1 - Ligações Químicas - covalente, iônica e metálica

Se você quer aprender mais sobre tabela periódica, clique aqui neste link e leia meu artigo sobre o assunto.

Perceba que todas as substância são formadas pela combinação dos átomos, ou seja, sua ligação ou união. Essa união entre os átomos são chamadas de Ligações Químicas. Sem as ligações químicas não haveria substâncias formadas.

Podemos fazer uma analogia com a parede de uma casa. A parede é constituída de unidades menores, chamdas de tijolos, que se ligam ou se unem através do cimento.

Para as substâncias químicas, os tijolos são equivalentes aos átomos, e o cimento são as LIGAÇÕES QUÍMICAS.

Portanto, as ligações químicas são as formas com que os átomos se unem, se ligam, se combinam para formar as substâncias.

Ligações Químicas - Como os átomos se unem?

3 formas que átomos se unem: compartilhando elétrons entre átomos, transferindo elétrons para outro átomo, ou compartilhando elétrons com vários átomos. Vou explicar cada um deles, mas antes vamos relembar a estrutura dos átomos.

Estrutura dos átomos

Você deve lembrar que os átomos são constituídos de núcleo e eletrosfera, e cuja eletrosfera possui elétrons em movimento divididos em camadas. A camada mais externa é chamada de camada de valência (CV), e contém os elétrons responsáveis pela união com outros átomos, ou seja, em fazer as ligações químicas.

No exemplo abaixo, o átomo de oxigênio possui 8 elétrons em sua eletrosfera distribuídos em 2 camadas, sendo a primeira com 2 elétrons e a segunda, mais externa ( camada de valência -CV) com 6 elétrons. São esses 6 elétrons na CV do átomo que são responsáveis pelas ligações químicas.

Ligações químicas - nucleo e eletrosfera

Compartilhamento de elétrons

Esse elétrons da camada de valência podem ser compartilhados, como representado na figura abaixo, em que dois átomos de oxigênio compartilham elétrons de suas camadas de valência.

Ligações químicas - ligaçaõ covalente

Neste caso, a ligação é de compartilhamento de elétrons, pois perceba que o elétron passa a pertencer a camada de valência de dois átomos simultaneamente. Isso acontece porque ambos os átomos querem receber elétrons, então eles decidem por compartilhar o elétron. Este tipo de ligação recebe o nome de ligação covalente. Para saber tudo sobre ligação covalente, clique aqui.

Transferência de elétrons

A segunda forma de unir os átomos é através da transferência de elétrons, situação na qual um átomo doa elétrons para o outro átomo. Isso acontece quando um átomo que doar elétrons e outro átomo quer receber elétrons. Nestes casos, o átomo que doa o elétron perde aquele elétron de sua camada de valência, enquanto que aquele que recebe o elétron, adiciona-o em sua camada de valência. Nestes casos, há formação de duas estruturas carregadas com cargas elétricas opostos, sendo uma positiva e outra negativa. Essas estruturas carregadas são chamadas de íons, que podem ser chamadas de cátions, quando carregadas positivamente, ou ânions quando carregadas negativamente. Veja a figura abaixo:

Ligações químicas - ligação iônica 2

As cargas elétricas opostas são atraídas entre si. Ou seja, ao formar os íons com cargas elétricas opostas, as estruturas são atraídas e se unem pela ação de uma força elétrica de atração.

Ligações químicas - ligação iônica atração

Perceba que neste caso, não se trata de um compartilhamento de elétrons, mas sim, uma atração elétrica causada pelos íons de cargas opostas geradas após a transferência de elétrons entre os átomos. Este tipo de ligação é chamada de ligação iônica, cujo nome provém dos íons formados.

Compartilhamento de elétrons com todas eletrosferas

A terceira forma de ligação é aquela em que os elétrons são compartilhados com todas as eletrosferas dos átomos. Essa ligação acontece quando todos os átomos querem doar elétrons e não existe o átomo que quer receber elétron. Desta forma, todos os átomos doam elétrons e surge uma nuvem de elétrons livres ao redor de cátions. O movimento desses elétrons na nuvem de eletrosfera tornam os átomos unidos. Esta ligação recebe o nome de ligação metálica.

Ligações químicas - ligação metálica

Agora que você aprendeu a essência de cada tipo de ligações químicas, vamos aprender a identificar a ligação química numa substância.

Quais os tipos de ligações químicas?

Vimos que há três tipos de ligações químicas: a ligação covalente, a ligação iônica e a ligação metálica.

  • Ligação covalente: compartilhamento de elétrons entre átomos que querem ganhar elétrons;
  • Ligação iônica: transferência de elétrons entre átomos que querem perder e ganhar elétrons;
  • Ligação metálica: entre átomos que querem doa elétrons.

Mas como saber se um átomo quer ganhar ou doar elétrons?

A capacidade de um átomo de doar ou receber elétron depende da quantidade de elétrons que ele possui na camada de valência. Se ele tiver menos de 4 elétrons na camada de valência, ele tem tendência de doar elétrons, dizemos que ele é um METAL; quando ele tem mais de 4 elétrons na camada de valência, ele tem tendência de ganhar elétrons, dizemos que ele é um AMETAL.

A tabela periódica nos apresenta de forma direta quais os elementos químicos são metais e ametais. Visualize abaixo que os elementos químicos amarelos são METAIS, enquanto os elementos químicos lilás são AMETAIS.

Tabela Periódica Elementos 1 - Ligações Químicas - covalente, iônica e metálica

Portanto METAIS tendem a doar elétrons, Ametais tendem a receber elétrons.

Ligações químicas: Como identificar a ligação covalente, iônica e metálica?

Para identificar se uma ligação é covalente, iônica ou metálica basta visualizar os átomos que se ligam.

Se forem ametais, a ligação é covalente; se for um metal e outro ametal, a ligação é iônica. Se todos forem metais, a ligação é metálica.

AMETAL + AMETAL = LIGAÇÃO COVALENTE

METAL + AMETAL = LIGAÇÃO IÔNICA

METAL + METAL = LIGAÇÃO METÁLICA

OBS: O Hidrogênio (H) também se comporta como ametal, portanto, sempre que hidrogênio estiver ligado a outro hidrogênio o outro ametal, vai se tratar de uma ligação covalente.

Para fixar mais, vamos fazer uns exercícios. Para isso, sempre visualize uma tabela periódica.

VAMOS EXERCITAR!!!

Consultando a tabela periódica, visualize as substâncias abaixo e diga quais ligações químicas há entre os átomos.

  • Glicose ( C6H1206) ;

Ligações químicas - glicoseA glicose é formada por átomos de elementos químicos ametálicos ( C-carbono, O-oxigênio) e hidrogênio, portanto faz ligações covalentes;

  • Sal de Cozinha ( NaCl);

Ligações químicas - cloreto de sódio

O sal de cozinha é formado por átomos de elementos químicos metálico ( Na- Sódio ) e Ametálico (Cl-Cloro), portanto faz ligações iônicas;

  • Liga entre Zn e Cu

A liga entre Zn e Cu, zinco e cobre, respectivamente, são formados por elementos metálicos, formando assim uma liga metálica ou ligação metálica.

Ligações Químicas - FAÇA VOCÊ MESMO!!

Nos exemplos abaixo, identifique quais as ligações químicas presentes nas substâncias. Deixe as respostas nos comentários, ok?

Ligações químicas - exercícios

Ligações Químicas - Resumo

De forma resumida, apresento o quadro abaixo no qual você poderá ver como são formadas as ligações químicas covalente, iônica e metálica.

ligações químicas - resumo

 

 

Chegamos ao final de mais um artigo. Espero que você tenha aprendido e gostado. Se você gostou, deixe seu comentário, compartilhe com seus amigos, e se inscreva em nossa lista de emails.

Se tiver alguma dúvida ou sugestão, deixe-as também nos comentários.

Grande Abraço e até o próximo artigo.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *